O impacto da chuva na visão de quem entende muito do assunto

Chuva é assunto sério e nos preocupamos em trazer cada vez mais informações de qualidade nesse espaço. Para isso, conversamos com João Aoki, gerente agrícola em associação canavieira, grande conhecedor das operações de plantio, pragas e adubação há mais de 30 anos.

Ele nos falou das grandes dores de cabeça que a chuva pode trazer. Por exemplo, quando chove mais do que o esperado e as operações têm que ser paralisadas devido ao solo encharcado, a fim de evitar compactação e pisoteio. São problemas que podem causar grandes perdas financeiras, mas paralisar todas as frentes também pode representar um custo alto. O módulo de tempo da Cyan, ao mostrar as chuvas por fazenda, possibilita que você avalie quais fazendas estão realmente não trabalháveis e em quais é possível agir, evitando que a equipe perca o dia e garantindo que a produção não pare!

Mas a chuva, além de extremamente importante para o desenvolvimento da planta, nem sempre será sinônimo de solo encharcado, não é mesmo? Isso varia de acordo com a capacidade de campo de cada solo. Relacionada não só com a quantidade de chuva recebida, a capacidade de campo diz respeito a quanta água infiltra e percola o solo, saturando-o ou não, definindo quão úmido e possível de ser trabalhado ele está. Esse conceito é variável de solo para solo de acordo com o tipo (mais arenoso, mais argiloso), com a rede de drenagem e com a quantidade de chuva e os valores de temperatura em determinado período de tempo. Levando essas informações em conta, a análise do balanço hídrico se torna completa e muito eficiente, garantindo mais praticidade nessas situações do dia a dia.

Um grande volume de chuvas por um longo período de tempo acarreta também em problemas para a planta, como a infestação de estria vermelha. Aoki nos explicou que essa praga ocorre principalmente em folhas novas e de meia-idade, causando podridão da planta. Essa doença é causada por uma bactéria e se intensifica nos períodos chuvosos com altas temperaturas, matando a planta de fora para dentro, atrofiando todo seu sistema radicular. Acompanhando o NDVI de suas áreas, com gráficos relacionando os valores de chuva e de temperatura, monitorar o surgimento de uma praga como essa fica muito mais rápido, permitindo que medidas sejam tomadas antes que se torne um grande problema. Abaixo, podemos ver uma planta contaminada:

A chuva ideal para o pleno desenvolvimento da cana sem grandes problemas seria de, por exemplo, 200mm no mês, distribuídos em 6/7mm toda noite. Mas isso não acontece na natureza, não é mesmo? Não podemos controlá-la, mas podemos aprender com ela. O Cyan está sempre inovando para que seja possível torná-la sua aliada!

Não deixe o clima tornar seu trabalho ainda mais difícil! Entre em contato conosco!

info@cyan-agro.com | (11) 5583 0652 | (11) 94168 8856